Arquivo da tag: livraria cultura

Sailor Moon – lançamento de DVD

O grande dia está chegando! O primeiro volume de Sailor Moon S será lançado no dia 17 de setembro, com direito a festa de lançamento na Livraria Cultura do Shopping Bourbon, em São Paulo.

O evento será gratuito e aberto ao público! A ideia é reunir a maior quantidade de fãs novos e antigos (Galera da BMS e do SOS1998!) para celebrarmos o retorno da série no Brasil, após 10 anos de ausência, numa programação superespecial.

Os destaques da tarde serão a apresentação do DVD pelo sócio-diretor da CD&DVD Factory, Márcio Silveira, a entrega da premiação do Concurso de Cosplay, realizado pelo SOS Sailor Moon, e um desfile dos cosplays presentes. Haverá, ainda, um bate-papo exclusivo com a Melissa Garcia, dubladora querida pelo público por interpretar a Sailor Mercury e também dar vida às personagens Videl, em Dragon Ball Z, Naru, em Love Hina e Sunny, em Sunny entre as estrelas, com Demi Lovato.

Vale de tudo um pouco. Quer ir de cosplay? Tudo bem! Tire a fantasia do armário e venha como o seu personagem favorito, inclusive das outras fases! Quer levar algumas bugingangas para mostrar a outros fãs? Só tenha cuidado para não ser fulminado pelos raios da querida Jamilly, escritora da coluna “Sonhos de Consumo”!

Venha com os amigos, com a família, com camisetas da série e tudo o que tiver vontade. Vai ser bem divertido! Só não vale ficar de fora!

Programação
Abertura da Festa de Lançamento
Apresentação do DVD
Exibição de episódios
Brincadeiras
Entrega da premiação do Concurso de Cosplay
Desfile de cosplay
Karaokê ~ Sailor Moon
Painel e talk show com Melissa Garcia
Sessão de autógrafos do DVD

http://sossailormoon.com.br/dvd-sailor-moon-s/

Projeto incomoda livrarias

Na Câmara, proposta tenta impedir pontos de venda de selecionar os títulos que comercializam

Raquel Cozer – O Estado de S.Paulo
Um projeto de lei em trâmite na Câmara dos Deputados propõe que livrarias sejam obrigadas a disponibilizar para venda todo livro apresentado por autores ou editores, partindo do princípio de que tais pontos de venda “não são meras casas comerciais”. Pela proposta, caso não queira comercializar alguma obra, o livreiro terá de expor por escrito as razões ao editor e ao autor, que poderão pedir a interferência da Câmara Brasileira do Livro (CBL).

O projeto n.º 7913/10 foi apresentado em 17 de novembro pelo ex-deputado federal Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) como adendo à legislação de 2003 que instituiu a Política Nacional do Livro. Na justificativa, Andrada afirma que a lei n.º 10.753/03, embora tenha a finalidade de “assegurar ao cidadão brasileiro o direito de produção, edição, difusão e comercialização do livro”, “não criou mecanismos práticos” para que os autores consigam a circulação das obras.

A CBL e a Associação Nacional de Livrarias (ANL), que não foram consultadas pelo deputado, só tomaram conhecimento do projeto em dezembro, após ser encaminhado para apreciação da Comissão de Educação e Cultura e da Comissão de Constituição e Justiça de Cidadania. O assunto ganhou repercussão na rede esta semana, quando Jaime Mendes, gerente comercial da Zahar, abordou-o em seu blog Livros, Livrarias e Livreiros, em post intitulado “Projeto de Lei proíbe livrarias de selecionar os livros que vendem”.

O presidente da ANL, Vitor Tavares, destaca que “não existe livraria no Brasil, nem megastore, que tenha espaço físico para disponibilizar para venda todos os livros produzidos no Brasil” – só em 2009, segundo o balanço anual Produção e Vendas do Setor Editorial, realizado pela Fipe, foram mais de 22 mil lançamentos e 30 mil reedições. “Além disso, cada livraria tem sua peculiaridade. Você não pode impor a uma livraria especializada em livros em francês que comercialize um título que não seja desse nicho”, diz Tavares.

O editor e livreiro Alexandre Martins Fontes, que administra duas lojas do grupo Martins Fontes, destaca que, caso sua equipe de compras (formada por dez pessoas) seja obrigada a justificar por escrito cada recusa de livro, “não terá tempo para fazer absolutamente mais nada”.

“É deprimente que um deputado resolva fazer alguma coisa pensando no mundo dos livros, dos autores, das livrarias, e simplesmente não converse com alguém do mercado. Basta conversar cinco minutos para saber que essa proposta é totalmente inviável”, diz Martins Fontes.

“Na iniciativa privada, cada um compra o que quer. Escolhemos nossos títulos assim como um mercado compra o arroz que quer, o feijão que quer”, argumenta Pedro Herz, proprietário da Livraria Cultura. “Se não posso selecionar o que quero pôr dentro da livraria, então vou cobrar do deputado a construção desse espaço para colocar tudo o que existe, o que deve equivaler a um prédio maior que o da Fundação Biblioteca Nacional.”

Descendente de José Bonifácio, o patriarca da Independência, Bonifácio Andrada foi deputado federal nas últimas oito legislaturas e é membro da Academia Mineira de Letras, com vários livros publicados. Ao Estado, disse que o projeto é uma tentativa de ajudar autores “que não estão protegidos pelos livreiros e pelos distribuidores”. “Fico feliz de colocar o assunto em discussão. O que quero é dar condições ao autor de ter pelo menos o seu livro analisado.” A ANL pretende agora, com o fim do recesso, conversar com o relator do projeto de lei, o deputado Mauro Benevides (PMDB-CE).

Estadão

A Verdade Ainda Está lá Fora

Quase uma década que um dos maiores fenômenos da televisão chegou ao fim e deixou uma legião de fãs órfãs de uma série.
Arquivo X não foi apenas um seriado. Foi algo mais do que isso. Uma obsessão em um tempo que a internet apenas dava seus primeiros passos.
 Quantos fãs ao terminar um episódio não corriam para suas conexões discadas para discutirem o último episódio? E os encontros apenas para as fãs gritarem a cada aparição de Fox Mulder?
Arquivo X deixou um legado, seus milhares de fãs espalhados ao redor do mundo e principalmente no Brasil.
E para matar a saudade, o Aumanack e a Livraria Cultura irão reunir os saudosos amigos para reverem alguns episódios e conversar sobre esta série, e principalmente, saber que A Verdade Ainda Está Lá Fora.
 
Dia: 08 de maio
Local: Livraria Cultura do Shopping Bourbon
Horário: 14h30 às 17h30
Organização: Aumanack
Apoio: Livraria Cultura, Revista SciFi News e Revista Ufo

Evento: Mistérios Misteriosos

*Dia 17 de abril*

Chuva, vento. Um grito vindo de algum lugar. Corro e tropeço em algo.
Minha mão bate em uma poça… mas ela é vermelha. Vermelho sangue. Meu coração bate mais forte, minha respiração não consegue seguir o mesmo ritmo de minha mente. Olho para “o que tropecei” e o que vejo?

Quem nunca leu um livro apenas com a luz da lanterna a noite? Quem não ama um mistério? Seja em séries consagradas como Star Trek até a nova adaptação de Sherlock Homes para os cinemas e até mesmo James Bond, sempre nos encantamos com o tema: o mistério.

Mistérios estes que podem ter sido escritos por Agatha Christie ou J.K.Rowlling.

Portanto, venha conferir mais este evento Aumanack e Livraria Cultura, Mistérios Misteriosos, e descubra qual mistério une tantos fãs através de gerações.

*Programação*

14h – Trechos do filme Assassinato por Morte
O filme com o título original em inglês Murder by Death de 1976, dirigido por Robert Moore, é uma sátira as histórias de detetive, sendo muito fácil de relacionar algumas das personagens do filme com os seus respectivos “eus” da ficção literária, cinematográfica e televisiva. Era para aparecerem também no filme Sherlock Holmes e Doutor Watson mas as cenas da dupla foram cortadas em função de disputa sobre direitos de uso dos personagens.

14h40 – Apresentação do fã clube de Star Wars 501st

15h40 – Bate papo sobre o Universo de Mistérios
Com a presença do jornalista e editor do Aumanack, Alan Uemura, do biólogo e colecionador de quadrinhos Átila Oliveira, o editor do site Geex Felipe Muñoz, o presidente da Comunidade 007 Brasil Marcus Vinicius, do co-editor do Aumanack Renato Azevedo, da colunista da Revista Sci Fi News Silvia Penhalbel e do grupo de Ficção Cientifica Alpha.

16h40 – Episódio de Star Trek: TNG – Ship in a Bottle
Barclay reativa acidentalmente o holograma do professor Moriarty, que está determinado a sair do holodeck, custe o que custar!

*Serviço:*
Dia: 17 de abril
Local: Livraria Cultura do Shopping Bourbon
Horário: 14h às 17h30
Organização: Aumanack
Apoio: Livraria Cultura, Revista Sci Fi News, Geex, grupo de Ficção Cientifica Alpha e 501st