CineCiência debate Minority Report

Minority Report

O #CineCiência, tradicional programa do MIS que apresenta a cada edição um debate com especialistas sobre filmes de variados gêneros, ganha mais uma edição online na programação do #MISemCasa.

Neste domingo, acontece bate-papo sobre Minority Report (dir. Steven Spielberg, EUA, 2002 145 min, 14 anos), sucesso de ficção científica estrelado por Tom Cruise – disponível na Netflix e outras plataformas. Com mediação de José Luiz Goldfarb, curador do projeto, as convidadas desta edição serão as pesquisadoras Beatrys Rodrigues e Laura Trachtenberg Hauser.

Confira o bate-papo ao vivo.
#MISemCASA | #Cineciência ao vivo – Minority Report
23/Ago, 2020
17h ao vivo

CineCiência debate 2001 Uma Odisseia no Espaço

2001 Uma Odisseia no Espaço

#CineCiência, tradicional programa do MIS que apresenta a cada edição um debate com especialistas sobre filmes de variados gêneros, ganha mais uma edição online na programação do #MISemCasa.

Neste domingo, acontece um debate sobre o clássico 2001 – Uma odisseia no espaço (dir. Stanley Kubrick, EUA/Reino Unido, 1968 148 min, livre, disponível no Telecine Play). Mediado por José Luiz Goldfarb, curador do projeto, para essa edição os convidados são o físico Luis Carlos Meneses e o doutor em cinema Francisco Tupy.

Confira o bate-papo ao vivo – início previsto às 17h.

SOBRE O #MISEMCASA

A campanha #MISemCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19 – que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham seu funcionamento suspenso temporariamente. Conheça a ação #culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.

O MIS agradece aos patrocinadores e apoiadores da programação 2020, que também apoiam a iniciativa digital #MISemCASA: Youse (patrocínio máster), DENSO Brasil (patrocínio), Kapitalo Investimentos (patrocínio), Cielo (patrocínio), e TozziniFreire Advogados (apoio institucional)

CineCiência debate Blade Runner 2049

#CineCiência, tradicional programa do MIS que apresenta a cada edição um debate com especialistas sobre filmes de variados gêneros, ganha mais uma edição online na programação do #MISemCasa.

O filme em debate será Blade Runner 2049 (dir. Denis Villeneuve, EUA, 2017, 164 min, 14 anos, disponível no Telecine Play). Mediado por José Luiz Goldfarb, curador do projeto, os convidados serão Lucia Santaella, Professora titular da PUC-SP, coordenadora do mestrado e doutorado em Tecnologias da Inteligência e Design Digital, professora convidada em várias universidades europeias e latino-americanas, autora de mais de 50 livros, e Fabio Fernandez, professor da PUC-SP nos cursos de Tecnologia em Jogos Digitais, mestre e doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, pós doutor pela ECA-USP.

Confira o debate ao vivo.

Dia 26/7, às 17h

SOBRE O #MISEMCASA

A campanha #MISemCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19 – que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham seu funcionamento suspenso por até 30 dias a partir de 17 de março. Conheça a ação #culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.

O MIS agradece aos patrocinadores e apoiadores da programação 2020, que também apoiam a iniciativa digital #MISemCASA: Youse (patrocínio máster), DENSO Brasil (patrocínio), Kapitalo Investimentos (patrocínio), Cielo (patrocínio), e TozziniFreire Advogados (apoio institucional).

Relampeio Festival Literário Internacional

RELAMPEIO Festival é um evento internacional literário relâmpago que pretende reunir autorias internacionais da fantasia, ficção científica e horror em debates ao vivo transmitidos pelo YouTube, de 12 a 14 de junho de 2020.

Nomes relevantes do cenário internacional de fantasia e ficção científica conversam com o público sobre suas jornadas e sobre a capacidade de imaginar novos futuros e realidades. Nessa troca, a possibilidade de jogar luz sobre a cena literária brasileira, ainda pouco discutida ou integrada em um panorama global.

Relampeio nasce como força-tarefa: gratuito, trilíngue e aberto ao público, traz também como objetivo arrecadar doações para iniciativas civis de combate à pandemia, responsáveis pela compra de equipamentos de proteção individual (EPIs), medicamentos e outros itens necessários para profissionais de saúde e população em geral, indicando projetos que estejam recebendo doações entre as entrevistas e incentivando o público a contribuir.

Abaixo, os convidados internacionais que participarão do evento:

Convidados internacionais

Saiba mais sobre a organização e a programação aqui.

Nomade 7: Errata

Erramos alguns dados passados no artigo sobre Nomade 7. Segue abaixo mais detalhes sobre a série, informados pela produtora Livia Pinaud.

Nomade 7

Nomade 7

Desde que transformamos o Nomade de 4 episódios “longos” pra 9 episódios curtos, ele não está mais disponível no site. Hoje, com o contrato com a Amazon, ele está disponível somente lá.

Com relação ao Rio Webfest em 2017, fomos a série mais indicada, em 12 categorias, e o nosso prêmio foi representar o Festival e o Brasil na Itália em 2018, o chamado Golden Tticket (com passagem e hospedagem pagas pelo festival de Roma).

O Nomade teve 44 indicações em festivais internacionais espalhados pelo mundo, em países como EUA, Coreia do Sul, Itália, Alemanha, entre outros. E recebeu 15 prêmios, incluindo melhor roteiro, série, direção, efeitos especiais, produção, entre outros.

Continuamos trabalhando duro pelo Scifi e pela fantasia!

É isso! Espero que tenham gostado de saber ainda mais sobre Nomade 7, disponível na Amazon Prime Video.

Nomade 7: do Brasil para o mundo

Nomade 7 nasceu como um projeto piloto de série para streaming.

Nomade 7

A série Nomade 7 mostra como se sentiria, na vida real, um jovem que de repente ganha super poderes. Que medos ele sentiria e como seria sua adaptação ao mundo real.
Como reagiriam seus amigos e familiares e quais seriam os impactos reais na sociedade.

A série venceu diversas categorias no Rio Webfest em 2017 como Melhor série de ação, Melhor elenco, Melhor edição, Melhores efeitos visuais, entre outros. Assim como 3 categorias no Minas Webfest 2017: Melhor roteiro, Melhor fotografia e Melhor websérie.

Em abril de 2020 a série entrou para o catálogo do serviço de streaming com 9 episódios! Confira agora no Prime Video.
Os 4 primeiros episódios estão disponíveis no site oficial da série.
Conheça mais aqui http://www.nomade7.com.br/index.html

CineCiência e Mostra Cinema de Acervo do MIS

Esta edição discute o filme O homem que viu o infinito (The Man Who Knew Infinity, dir. Matt Brown, 2016, EUA, 108 min, 12 Anos). Às 20h estreia a Mostra Cinema de Acervo.

Clique aqui para assistir ao bate-papo ao vivo.

O público pode assistir de casa ao filme em diversas plataformas de streaming (está disponível em Netflix, Google Play, Apple TV, Microsoft e Looke) e participar com perguntas aos especialistas no dia 3.05, a partir das 17h, ao vivo, no canal do MIS no YouTube.

Coordenador do projeto e mediador:

Dr. José Luiz Goldfarb
Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Filosofia e História da Ciência pela McGill University, Canadá (1980) e doutorado em História da Ciência pela Universidade de São Paulo (1992). Atualmente, é professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, diretor da EDUC e presidente da Cátedra de Cultura Judaica da PUC-SP. É coordenador do projeto #CineCiência do Museu da Imagem e do Som de São Paulo. Tem experiência na área de História, com ênfase em História das Ciências.

CineCiência MIS

Mostra Cinema de Acervo | Ficções premiadas

A mostra inédita traz, todo domingo, diretamente do Acervo MIS, uma seleção de filmes brasileiros. As produções selecionadas apresentam um panorama da produção nacional realizadas desde o final da década de 1970 até o final da década de 1990. Na edição deste domingo que tem como tema Ficções premiadas, o Cinema de Acervo apresenta uma seleção de filmes que fizeram muito sucesso no circuito dos principais festivais de cinema do país, como o Festival de Gramado, que premiou na edição de 1986 o curta Frankenstein punk; o Festival de Cinema de Brasília, cujo vencedor da edição de 1997 foi Átimo; e a 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que exibiu em sua 43ª edição Fora da estrada, produção que circulou por diversos outros festivais. Tanto as obras Átimo e Fora da estrada, produções ficcionais com estruturas narrativas clássicas, quanto Frankenstein punk, que traz uma maior experimentação de linguagem, refletem o contexto e discussão de sua época de produção.

Confira no canal do YouTube do MIS.

Sobre os filmes

Frankenstein punk (Dir. Eliana Fonseca e Cao Hamburger, Brasil, 1986, 11 min, livre) Frank nasce ao som de “Singing in the Rain” e, a partir daí, seu destino é caminhar em busca da felicidade, sem entender que isso o levaria a assustar as pessoas.

Átimo (Dir. Romeu di Sessa, Brasil, 1997, 30 min, 12 anos) Por motivos pessoais um casal se separa com intenções de tentar a vida na Europa. Ela vai, e ele acaba ficando cinco anos no Brasil.

Fora da estrada (Dir. Galileu Garcia Jr., Brasil, 1989, 13 min, 10 anos) Uma situação kafkaniana, na qual um garoto em viagem é detido em um posto de polícia rodoviária.

Mostra de Cinema Acervo MIS.

Universo GalAxis Anual 2019

Universo Galaxis

Há mais de dez anos, Roberto Causo, um dos mais experientes e premiados escritores brasileiros de ficção científica, desenvolve um universo original de space opera: o Universo GalAxis, composto das séries As Lições do Matador e Shiroma, Matadora Ciborgue. Em 2018 foi formada a Sociedade GalAxis, composta por Causo, pelo artista Vagner Vargas e pelo designer Taira Yuji. Agora, graças ao Desire Studios de Yuji, o GalAxis tem a sua própria revista promocional, distribuída gratuitamente aos leitores brasileiros de ficção científica no formato pdf e também em papel. O seu objetivo é difundir o GalAxis e a ideia de uma FC brasileira de space opera.

A Universo GalAxis Anual 2019, com 140 páginas profusamente ilustradas pelo talento de Vagner Vargas, Sylvio Monteiro Deutsch, Gomes Brown e outros artistas, apresenta colaborações de Nelson de Oliveira, Camila Fernandes, Carlos Rocha, Paulo Soriano, Ramiro Giroldo, Luann Grigoletto e do próprio Roberto Causo com textos de ficção e não-ficção. Ao que se sabe, é a primeira revista dedicada a um universo brasileiro de ficção científica.

Com 30 anos de experiência, Roberto Causo tem mais de vinte livros publicados (incluindo e-books) e histórias vistas em 12 países. Já apareceu em duas antologias representativas da ficção científica latino-americana. É o ganhador do Projeto Nascente 11.

Baixe seu exemplar aqui

Conheça mais sobre o autor e suas outras histórias aqui