A Bandeira do Elefante e da Arara vence prêmio ENnie

A Bandeira do Elefante e da Arara é o primeiro RPG brasileiro a vencer o prêmio ENnie

No primeiro final de semana de agosto, A Bandeira do Elefante e da Arara, fantasia ambientada no Brasil Colônia, teve a honra de ganhar um ENnie, feito inédito para um RPG nacional. Os ENnies (apelido dado aos EN World RPG Awards) são apresentados anualmente na convenção Gen Con, nos Estados Unidos, e são considerados a maior premiação do mundo na área de RPG de mesa. Outros criadores brasileiros já ganharam ENnies por seu trabalho em produções estrangeiras, mas é a primeira vez que uma produção nacional levou o prêmio.

A obra A Bandeira do Elefante e da Arara: Guia do Participante [The Elephant & Macaw Banner: Player’s Guide, na versão em inglês] venceu um dos cinco prêmios do júri.  O livro se destacou entre as mais de 430 submissões do mundo inteiro. O autor do livro, Christopher Kastensmidt, escreve: “Nunca imaginei que a nossa pequena equipe brasileira poderia ganhar um ENnie, competindo contra centenas de produções das maiores empresas de RPG do mundo. Certamente a qualidade da arte e da diagramação teve muito a ver com isso. É uma honra e um privilégio ter trabalhado com uma equipe tão talentosa.”

No seu discurso, Christopher homenageou Douglas Quinta Réis, um dos pioneiros em trazer RPGs de mesa para o Brasil. Douglas foi editor da série de 2010 até seu falecimento no final de 2017, sendo A Bandeira do Elefante e da Arara seu último projeto de RPG publicado. O Dia Nacional do RPG é celebrado no seu aniversário.

As histórias de A Bandeira do Elefante e da Arara já concorreram a prêmios internacionais, como o prestigiado Nebula (EUA), e foram publicadas em vários idiomas ao redor do mundo. O autor da série, Christopher Kastensmidt, recentemente participou como convidado do festival Celsius 232, em Avilés, na Espanha, onde foi divulgado que os direitos espanhóis do RPG de mesa estão sendo negociados, após o sucesso do romance, lançado pela editora Sportula em maio. A edição em língua inglesa do RPG, publicada pela Porcupine Press (Hong Kong), em março deste ano, foi a edição que venceu o ENnie.

No Brasil, o RPG e histórias da série são publicadas pela Devir Livraria. O RPG já alcançou um público enorme, inclusive nas salas de aula. Ano passado, o Livro de Interpretação de Papéis foi o primeiro livro de RPG indicado como finalista do Prêmio Jabuti.

Sobre A Bandeira do Elefante e da Arara

A Bandeira do Elefante e da Arara é uma série internacionalmente premiada de fantasia brasileira. As histórias contam as aventuras do holandês Gerard van Oost e do iorubano Oludara, uma dupla de heróis que se encontram em Salvador no século XVI. No Brasil, as histórias, quadrinhos e RPG de mesa já foram adotados nas salas de aula de dezenas de municípios. Notícias, arte e referências culturais podem ser encontradas no site www.abandeira.org.

Sobre Christopher Kastensmidt

Christopher é norte-americano, radicado em Porto Alegre desde 2001. Antigo diretor da Southlogic Studios e da Ubisoft, é roteirista de games, quadrinhos e livros publicados ao redor do mundo.

Informado por:
Vagner Abreu
Skalds – comunicação e marketing nerd
Fone/WhatsApp: +55(51) 9 81974697
vagnerdabreu@gmail.com

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Carol Suiter

Apaixonada por ficção científica, fantasia e terror. Editora do ScifiBrasil desde 2001.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *