As naves chamadas Discovery

Conheça a Discovery da vida real

As naves chamadas Discovery

Fevereiro chegou ao fim e hoje irá ao ar, pela CBS, o sétimo episódio da segunda temporada de Star Trek Discovery (NCC 1031), ou seja, chegamos na metade da temporada.
Por isso decidimos dar uma olhadinha nas naves espaciais de nome Discovery, da ficção e da vida real.

Na ficção, temos o filme “2001: Uma Odisséia no Espaço“, de 1968, produzido e dirigido por Stanley Kubrick, cujo roteiro escreveu em parceria de Arthur C. Clarke , renomado autor de ficção científica. O filme é baseado no conto A Sentinela, de Clarke.
A nave em 2001 é a Discovery One, controlada pelo supercomputador HAL 9000.
Algumas fontes afirmam que o nome HAL deriva de IBM. De fato, cada letra de HAL é exatamente uma anterior, alfabeticamente, às letras de IBM.
Nas piadas da época afirmaram que HAL deu defeito pois não chega a ser um IBM.

Aqui na Terra, a NASA (National Aeronautics and Space Administration), batizou o terceiro ônibus espacial OV-103, Discovery, que executou 39 missões de 1984 a 2011, entre lançamentos de satélites, entregas na Estação Internacional (ISS) e MIR.
A Discovery da vida real, viajou quase 238.000.000 km, suficiente para mais de 300 viagens ida-e-volta à lua.
Atualmente, está no Smithsonian National Air and Space Museum, na Virginia, que é aberto à visitação.

Star Trek Discovery é transmitida pela CBS all Access e pela Netflix Brasil
Toda sexta-feira um episódio inédito.

Tags , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Fthyr

Colaborador do SciFiBrasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *