Conto: Sonhe sempre comigo – segunda parte

Por Adriano Siqueira

Segunda parte

11h30min. – No Serviço Secreto.
Meu chefe, como sempre, não olhava para minha cara. Apenas para a papelada na mesa. Sentei e esperei que falasse comigo. Ele me entregou uma pasta para a próxima missão. Olho o documento e vejo a foto de um caminhoneiro.

– Isso mesmo, Jonas, este é o alvo. O caminhoneiro tem a chave para a destruição deste mundo, e você deve eliminá-lo.

– Mas senhor, ele é só um caminhoneiro…

O chefe se levantou e bateu na mesa.

– Não discuta minhas ordens. Este caminhoneiro foi quem você viu ontem, desgovernado na estrada. Ele está vivo e em coma, viu tudo que fizemos. A perseguição do carro da CIA com o nosso. Certamente, ele sabe as placas dos carros, e irá nos reconhecer. Você sabe que não precisamos de uma terceira guerra, principalmente EUA X Inglaterra. Sem falar na vida de um inocente, que colocamos em perigo. O que o governo do nosso país diria? Seu dever, como melhor espião do Serviço, é aceitar esta missão e nada mais, sem comentários, sem direito às explicações. É assim que é.

Eu pego os papéis e carrego comigo, em direção a porta, mas ele ainda fala mais.

– Mais uma coisa, Jonas. Qual é sua relação com a Srta. Jéssica Star?

– É um interrogatório, Senhor?

– Apenas uma pergunta.

– Se é assim, aceito a missão, sem comentários.

Saio da sala batendo a porta, com toda a força, e fico escutando meu chefe gritando como louco, na sala.

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Carol Suiter

Apaixonada por ficção científica, fantasia e terror. Editora do ScifiBrasil desde 2001.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *